Video Games
Most AddictingHeadshot Award
0comentários

Game Review: Max Payne

por em 1 de maio de 2015
Detalhes
 
Sinopse

Max Payne é um homem com nada a perder na violenta e fria noite urbana. Um policial disfarçado em fuga acusado de assassinato e agora caçado pela polícia e pela máfia. Max é um homem com suas costas contra a parede, lutando uma batalha que ele não pode esperar vencer. Prepare-se para uma nova geração de jogos de ação. Prepare-se para a dor.

Série/Franquia

Max Payne

Diretor/Produtor

Remedy Entertainment

Data de lançamento

Julho de 2001

Avaliação do Editor
 
Jogabilidade
8.5

 
Gráfico
8.7

 
Modo Single Player
9.2

 
Modo Multiplayer
0.0

Pontuação Total
8.8

Deslizar para avaliar
Avaliação do Usuário
 
Jogabilidade
7.5

 
Gráfico
7.3

 
Modo Single Player
9.8

 
Modo Multiplayer

Pontuação do Usuário
1 rating
8.2

You have rated this

 

Hoje andaremos pelas ruas escuras e violentas de Nova York junto com o policial mais barra pesada dos videogames. Hoje falaremos de Max Payne.

Desenvolvido pela Remedy Entertainment (Max Payne e Alan Wake), produzido pela 3D Realms (Duke Nukem e Shadow Warrior) e publicado pela gloriosa Rockstar (GTA e Red Dead Redemption), Max Payne é um jogo de tiro em terceira pessoa de ação publicado para Windows, Xbox e PlayStation 2 em 2001, Macintosh em 2002, GameBoy Advance em 2003, Xbox 360 em 2009 e, finalmente, iOS em 2012. O jogo distribuído aqui, o americano, é classificado em “M” (Mature) com sangue e violência. Possuo e joguei a versão do PlayStation 2.

Max Payne - Cover

Capa do jogo.

Visual

Max Payne se passa em Nova York durante o inverno. Todos os cenários são bem cinzentos (depois explico minha opinião sobre isso). Temos uma grande variedade de ambientes. Passamos por estações de metrô, trilhos do metrô, o próprio metrô, ruas e becos de NY, casas, apartamentos e hotéis, zonas portuárias e navios mercantes. Os gráficos, para o PlayStation 2 e a época de lançamento eram bons.

Indo para os aspectos auditivos, a dublagem do Max é ótima e presente em todo o jogo através da narrativa e dos constantes comentários. As músicas são apenas para dar um clima de suspense durante a narrativa, sendo bem pouco perceptíveis durante o gameplay.

Max Payne - In Game

À esquerda, a silhueta de um homem indicando a saúde de Max e a ampulheta indicando a quantidade de Time Bullet disponível. À direita as informações da arma e munição.

Jogabilidade

Max Payne explora cenas de tiroteios bem intensas e, para ajudar o jogador nos momentos mais complicados (ou só pra fazer uma pose legal), temos o “Tempo de Bala”. Max pode ativa-lo para ter melhor chance de atirar nos inimigos ou pode realizar saltos direcionados para desviar de projéteis e disparar seus próprios de um jeito bem legal.

Mas nem tudo são flores. Infelizmente, na versão de PlayStation 2, o programador (que creio nem ter jogado o jogo) deixou um reset automático de mira que faz mais raiva do que ajuda. O reset ativa quando você anda alguns passos zerando o eixo Y (ou seja, se você estiver mirando algo acima ou abaixo, a mira volta para a altura da cabeça de Max. Agora imagine trocar tiros numa escadaria. Sim, é bem frustrante.

Outro fator que me atrapalhou incessantemente foi a precisão do controle do PlayStation 2. Nos tiroteios, o auxílio de mira até ajudava, mas quando precisava atirar em algo à distância ou com o rifle, era respirar fundo pra não perder a paciência.

Fora esses 2 contratempos, pode-se considerar o jogo fácil. Então, estimo que jogar no PC deva ser como um passeio no parque de mãos dadas com a vovó.

História

Max é um bem sucedido policial de Nova York. Tinha a esposa ideal e uma linda filha ainda bebê. Em suma, vivia o sonho americano. Então, uma bela noite, ao chegar em casa, Max se depara com bandidos armados ocorrendo troca de tiros e bastante luta. Mas toda a luta foi em vão. Ao chegar ao quarto pôde apenas observar os corpos inertes de sua família.

Esse trágico incidente fez com que o bem sucedido policial se tornasse em um policial obcecado por vingança. E aí iniciamos o jogo, alguns anos depois, onde Max, através de longas investigações, estava disfarçado investigando o tráfico de uma droga chamada Valkyrie. E estava se aproximando demais de seu alvo.

Mais uma forte reviravolta faz com que toda a máfia o descubra e comece a caçá-lo e, para completar o cenário, toda a polícia de NY inicia uma busca por Max acusando-o de matar um policial.

Max tem uma história triste e incrivelmente forte que faz com que você se apegue ao personagem enquanto ele carrega nas costas uma guerra contra toda a máfia de Nova York. Justamente por essa tristeza em sua vida, Max deve ver o mundo sem alegria, sem cores. E isso foi mostrado no cenário, onde tudo é acinzentado.

Filme

O filme, lançado em 2008, trouxe às telonas o drama da vida de Max. E só. Todo o resto do enredo foi adaptado e o foco na droga, Valkyrie, foi bem maior.

Estrelando Mark Wahlberg como Max, o filme mostra bem o drama do policial e sua obsessão em buscar o culpado pela morte de sua família. O filme traz a mesma fotografia quase em preto e branco mencionada no jogo e alguns momentos em Time Bullet. Contudo, o foco na investigação foi bem maior, tendo apenas algumas cenas de ação real.

Max Payne - Filme

Mark Wahlberg como Max e Mila Kunis como Mona Sax

Com relação à droga, os trailers dão a entender que existe, de fato, uma Valkiria e que ela está causando um caos em Nova York. Entretanto, como é explicado no próprio filme, quem utiliza a droga sofre alucinações incrivelmente realistas, que são as Valkirias. Interessante notar que elas são bem úteis, considerando que lhe atormentam quando você está prestes morrer, o que na visão do usuário ocorre pelas garras dela.

Custo/Benefício

Considerando que já é um jogo relativamente antigo, é um excelente título para se jogar, principalmente por ter disponível para computadores e nem exige tanto.

Minha nota para o jogo é 8,8. E você, prezado leitor, já se envolveu com uma história o suficiente pra levar a batalha contra o último chefe pro lado pessoal? Compartilhe conosco nos comentários.