0comentários

Segunda Temporada do Demolidor – Mais Devil, Mais Red

por em 20 de março de 2016
 

Na sexta feira (18/03) a Netflix disponibilizou para os seus assinantes todos os 13 episódios da segunda temporada, uma das mais aguardadas estréias de temporada dos últimos anos, o que não é surpresa depois da épica primeira temporada e seguida do sucesso que foi Jessica Jones, a ansiedade para acompanhar a ótima parceria Marvel / Netflix não resultou em outra opção além de uma maratona para ver as diversas revelações dessa temporada.

Demolidor (2)

Pode continuar lendo com vontade o restante da crítica, pois neste post não iremos divulgar nenhum spoiler (não intencionalmente), mas analisar a produção, crescimento do personagem, os coadjuvantes e nessa temporada especifica a participação dos outro heróis (Se podemos classificar assim).

Matthew Murdock

A interpretação do ator Charlie Cox ainda é um dos pontos mais fortes da série para mim, ainda fico admirado como ocorre a transição rápida entre um cego excluído do mundo (mas que percebe tudo), para um exímio combatente do crime. Na primeira temporada vemos um Demolidor em construção (mesmo que com fortes princípios desde o primeiro episodio) e que culmina com a revelação do uniforme clássico vermelho do demônio apenas no final.

Demolidor (1)

Na segunda temporada de Demolidor, temos o herói consolidado, tanto em Hells Kitchen, como em confrontos éticos e morais que ocorrem durantes os episódios que colocam a prova esses princípios do que é ser herói e o conflito sobre as formas de se obter justiça com as próprias mãos e obter  a justiça legalmente, dentro do sistema.

Mas não espere ver uma temporada tranquila para o nosso herói vermelho, era melhor ele ter continuado lutando com a máfia apenas. Tive duas impressões vendo as reviravoltas da história, a primeira delas é sobre o ritmo da narrativa, tão dinâmico e envolvente como os quadrinhos sob direção de Frank Miller (Falaremos mais para frente dele). A segunda impressão é justamente ser surpreendido com as apostas de onde o roteiro irá guiar o personagem.

Justiceiro e Elektra

Difícil comentar a respeito desses “dois heróis” da Marvel e não expor nenhum detalhe passado durante a exibição. Não se preocupe se você nunca leu nenhum quadrinho sobre esses personagens ou suas relações com o Demolidor. Na série eles são apresentados de forma coerente, com contexto e principalmente com um fechamento fantástico. Digo, um fechamento tão fantástico de temporada,  porque o roteiro não foge muito do mundo HQ Marvel, mas não deixa aberto como no filme (Esperando 24/03 pra redenção).

Pode-se dizer, que assim como a primeira temporada foi a construção e o nascimento do Herói Demolidor, a segunda temporada faz o mesmo com o Justiceiro e Elektra, deixando no final da temporada a mesma expectativa que tivemos no final da primeira temporada e a pergunta, quando começa a próxima?

Com respeito ao Justiceiro, só possível entender o personagem, rever o mesmo perfil dos quadrinhos e seus critérios de atuação no final da temporada. Principalmente quem gostaria de assistir o mesmo Frank Castle que socorreu o Homem-Aranha no arco do Guerra Civil.

Demolidor (3)

Personagens Coadjuvantes

Existem diversos entre os vilões, acredite você ficará surpreso com o Murdock terá que enfrentar nesta segunda temporada. Mas iremos dar os destaques para 3 desses personagens que já fazem parte do universo do Demônio da Cozinha do Inferno desde a primeira temporada: Claire Temple, Foggy Nelson e Karen Page.

netflix-renova-demolidor-2

Sobre a enfermeira Claire é possível saber quais as consequências de sua aparição em Jessica Jones, e como ela fará parte desse universo da Marvel, aguardem o Cage. Foggy ainda é o personagem querido e amigo como nos quadrinhos. Mesmo que nessa segunda temporada Demolidor saber que o amigo é um vigilante não é algo tão simples para lidar..

A personagem Karen Page ganhou uma participação maior nesta nova temporada, custei a entender (não tinha lido ainda sobre ela), porém como ela se encaminha para o que já está projetado e predestinado pelo mestre (Frank Miller).

Resumo da Ópera

Ao terminar a temporada foi um grande concerto, uma sinfonia perfeita em como a Marvel pode ser criativa e manter seu universo, muito mais amarrado. Já sabemos que os personagens Demolidor, Cage, Jessica e Punhos irão se encontrar. Mas sabe que fiquei com a impressão que muitos outros irão se encontrar no universo Marvel.

Para a terceira temporada algumas coisas podem começar a serem imaginadas e desejadas. Não custa desejar uma participação do nosso amigo Ladrão de escudos. Mas com certeza podemos imaginar a presença do Mercenário e suas repercussões para a trama, principalmente como ele é usado por Frank Miller.

Você já assistiu todos os episódios dessa nova temporada? O que achou? O que veremos daqui para frente?