A origem do dia das crianças

por em 12 de outubro de 2017
 

Todo ano, desde que eu me lembro por gente, comemoro o dia das crianças. Exceto por um curto período da minha adolescência, e ainda assim vivi um pouco através da minha irmã (que é sete anos mais nova que eu). E como fui mãe cedo, a partir dos 19 aninhos voltei a comemorar essa data com meu filho. Acontece que, até então, nunca questionei exatamente a origem da data. Claro, todos sabemos se tratar de uma data explorada comercialmente, mas… afinal, de onde REALMENTE surgiu o dia das crianças?!

Dia das crianças no Brasil

Esse moço.

Na década de 20, no ano de 1923, o Brasil foi sede do 3º Congresso Sul-Americano da Criança. Provavelmente foi aí que o deputado federal Galdino do Valle Filho teve a brilhante ideia de oficializar um dia das crianças. Em 1924, ele elaborou e conseguiu a aprovação do projeto de lei que tornou o dia 12 de outubro o nosso dia oficial das crianças (antes mesmo da data oficial mundial!).

Mas a ideia pegou? Não de cara. A data flopou até mais ou menos a década de 60. Nesta época aquela marca de brinquedos de que ninguém nunca ouviu falar, a Estrela, uniu-se com a Johnson & Johnson (outra marca super desconhecida, só que não) para fazer a Semana do Bebê Robusto. A ideia era alavancar as próprias vendas nessa semana em específico, aproveitando que existia o tal dia das crianças. É claro que as pessoas compraram a ideia, porque nada melhor do que boas propagandas para nos mostrarem o que é bom nessa vida. Assim, a data oficializou de verdade.

Porém, todavia, entretanto, a data não era um feriado oficial. Ela se tornou feriado nacional apenas nos anos de 1980, com a comemoração de Nossa Senhora Aparecida, a padroeira do Brasil.

Mas, e ai? Só existe o dia das crianças no Brasil?!

Não. Para quem se pergunta, existe dia das crianças SIM nos outros países!

Em 1925, na Conferência Mundial para o Bem-Estar da Criança em Genebra, foi oficializada a data de 1º de junho como dia das crianças. Já a ONU e a UNICEF declararam como sendo dia 20 de novembro, pois foi nessa data que oficializaram a Declaração Universal dos Direitos das Crianças.

Mas então, o resto do mundo comemora em qual data?

A verdade é que depende. Vou citar alguns exemplos: na Nova Zelândia, o dia das crianças é comemorado no último dia de outubro, e todo ano as crianças escolhem um animal diferente para homenagear.

O Japão seria mais diferentão que o Brasil: a data se divide em duas. Dia 5 de maio é o “Kodomo no Hi”, ou dia das crianças, e é o dia para se comemorar a felicidade das crianças, e foi designado em 1948. Oficialmente, esse dia era o “Tango no Sekku”, ou dia dos meninos, mas também é chamado nos dias de hoje como dia das crianças (como já explicado). Porém, ainda é um feriado voltado mais para os meninos, onde há várias gincanas nos colégios, e o símbolo principal do festival são as carpas. Os japoneses acreditam que as carpas trazem sorte, felicidade, saúde, enfim, tudo o que as crianças precisam para crescerem. As meninas também tem o seu dia, o “Hina-matsuri”, que é comemorado no dia 3 de março, com várias exibições de bonecas. Mas diferente do “Kodomo no Hi”, o dia das meninas não é feriado nacional.

A Argentina comemora de um jeito mais parecido com o Brasil, mas apenas no segundo domingo de agosto. Há a troca de presentes, e várias atividades infantis, assim como por aqui.

No Chile, a data é comemorada na primeira semana do mês de agosto, para celebrar os direitos das crianças, e há muitas brincadeiras.

E por aí vai. Cada país tem seu jeito para celebrar, mas poucos são os que têm essa troca de presentes como aqui no Brasil. Na maioria, é uma semana que é tirada para celebrar a existência dos direitos das crianças, e em alguns casos, há uma celebração com atividades lúdicas.

E é isso galere. Espero que tenham gostado dessa pequena curiosidade. Algum de vocês já sabia disso? Você sabe de outras comemorações ao redor do mundo no dia das crianças? Compartilhem com a gente!