Video Games
Headshot Award
0comentários

Game Review: CounterSpy

por em 10 de maio de 2015
Detalhes
 
Tempo de Jogo

2 horas na dificuldade inicial

Sinopse

Como um agente secreto da C.O.U.N.T.E.R., seu trabalho é sabotar os planos covardes daqueles que ameaçam a paz mundial.
Descubra diagramas e dossiês que dão a você acesso a novas ferramentas e armas de espião.
Explore fases com "geração de conteúdo procedural", o que significa que duas missões nunca são iguais e sempre há algo novo para testar suas habilidades de espionagem.

Série/Franquia

CounterSpy

Diretor/Produtor

Dynamighty

Data de lançamento

Agosto de 2014

Positivos

-História divertida
-Jogabilidade inovadora
-Gráficos bons
-Dificuldade desafiadora

Negativos

-Campanha muito curta

Avaliação do Editor
 
Jogabilidade
9.2

 
Gráfico
9.0

 
Modo Single Player
8.5

 
Modo Multiplayer
0.0

Pontuação Total
8.9

Deslizar para avaliar
Avaliação do Usuário
 
Jogabilidade

 
Gráfico

 
Modo Single Player

 
Modo Multiplayer

Pontuação do Usuário

You have rated this

 

Hoje partiremos em uma aventura divertida bem ao estilo James Bond de ser. Hoje falaremos de CounterSpy.

Desenvolvido pela Dynamighty e publicado pela Sony Computer Entertainment, CounterSpy é um jogo de stealth de rolagem lateral (tipo Super Mario) do gênero de espionagem lançado em agosto de 2014 para PlayStation 3, PlayStation 4, PlayStation Vita com opção de compra e salvamento cruzados (Cross-Save e Cross-Buy) e, em setembro de 2014 para Android e iOS. Possuo e joguei a versão de PlayStation Vita.

Arte da capa do jogo

Arte da capa do jogo

Visual

O jogo trabalha com uma paleta de cores bem básica trazendo imagens cartunescas que se destacam com facilidade. As bases em que você se infiltra são geradas randomicamente. Ou seja, você pode passar o jogo inteiro sem repetir uma missão, como pode repetir várias. As facções utilizadas são o que seria a Superpotência Socialista (Rússia) e a Superpotência Imperialista (Estados Unidos). Nas missões da Rússia, a paleta de cores vai mais pro lado do sépia, ficando mais avermelhada enquanto nos Estados Unidos temos cores mais azuladas.

As músicas são bem no estilo do 007 e aparecem nos momentos certos, aumentando a intensidade do momento e as dublagens, apenas em inglês, são boas.

Jogo em seu visual 2D

Jogo em seu visual 2D

Jogabilidade

CounterSpy trabalha com uma mecânica em 2,5D. Onde nos movemos em 2 dimensões mas, em vários trechos, podemos interagir em 3 dimensões. Podemos correr, saltar, andar furtivamente e nos escondermos para ter cobertura. Nas opções ofensivas temos atirar com diversas armas, bater no inimigo para que ele desmaie (isso pode ser feito tanto com o inimigo olhando para você quanto de modo furtivo) e jogar de volta granadas.

Existe um botão de mira (L, no caso do PSVita) e um botão de atirar (R). Durante o modo 2D, temos uma linha que indica o trajeto da bala para nos auxiliar. No modo 3D, que ocorre quando estivermos em cobertura, teremos um indicador de mira. Qualquer barulho alertará os inimigos de que você está la, e a memória deles não é tão curta quanto normalmente o é em jogos do tipo.




Visão 3D do jogo durante a cobertura (Cover)

Visão 3D do jogo durante a cobertura (Cover)

Fora os guardas, devemos nos preocupar com câmeras de segurança e com abertura de cofres (que fazem barulho, alertando quem estiver próximo). As fases são geradas aleatoriamente, então o que você vai encontrar lá é sempre uma surpresa.

Falando em recursos online, o jogo compara sua pontuação com a de outros jogadores. Quando você ultrapassa a pontuação de outro jogador, na missão seguinte, você receberá a notícia de que aquele jogador foi abatido durante a missão e caso você o encontre, receberá um bônus. As vezes eles aparecem bem à vista, mas em outras você tem que procurar bem, então, atenção a esse detalhe também.

As armas, como mostradas abaixo, são bem variadas e cada uma possui um estilo diferente. Temos pistola normal, silenciada, com dardos tranquilizantes, de confusão (que faz os inimigos se enfrentarem) entre outros. Para desbloquear uma arma, temos que encontrar os projetos relacionados à ela nas fases. Após desbloqueada, você deve compra-la e equipa-la no D-Pad. A munição é bem cara, então, evite dar uma de Rambo.

Armas disponíveis no jogo

Armas disponíveis no jogo

Para fechar a parte de jogabilidade temos o nível de DEFCON, que vai de 0 a 5. 5 é o nível de alerta mínimo. Caso alguma câmera te veja, algum inimigo te perceba ou veja algum corpo caído, o nível de DEFCON vai começar a subir. Se você morrer, volta para o início da sala e o nível de DEFCON também sobe. Caso o nível de DEFCON chegue a zero, uma contagem regressiva vai iniciar e você deve correr feito um louco para desativar o lançamento dos mísseis. Caso não consiga, game over.

História

Nada de fazer os EUA de heróis. A COUNTER é uma agência de espiões filiada a nenhum país. Na nossa história, os Imperialistas e os Socialistas formaram duas superpotências que competiam entre si. Uma das competições era a nuclear, onde vários mísseis foram construídos e havia uma ameaça de lançamento na…. LUA. Isso mesmo, nada de guerra mundial, apenas fogos de artifício.

Entretanto, a COUNTER descobriu que um lançamento de bombas nucleares na Lua poderia resultar em um desequilíbrio de seu centro rotacional e em uma provável colisão com a Terra, que seria até pior que uma guerra nuclear. Sua missão: Encontrar informações sobre o lançamento para impedi-lo de acontecer.

Você alternará entre as duas nações para se infiltrar em suas instalações e roubar os planos dos mísseis, do lançamento e das rotas aéreas. Caso o nível de DEFCON (que não zera no final da fase) estiver alto, vá para a outra nação. As informações são as mesmas, não importa de qual superpotência você as tire. Tudo ao bom estilo 007 de ação e humor.

Custo/Benefício

Na loja da Sony o jogo se encontra pelo preço de 31 reais, o que eu acho até digno se você gostar bem do gênero e tiver intenção de explorar bastante o jogo. Na loja da Google essa relação é bem mais agradável, saindo por aproximadamente 3 reais, certamente é uma boa compra. E nem se preocupem com relação à dificuldade, é bem amarga, garantindo um bom desafio.

Minha nota para o jogo é 8,9. E você, prezado leitor, andou invadindo instalações militares de superpotências nos últimos dias?