Video Games
Most Addicting
0comentários

Game Review: Chambara

por em 7 de agosto de 2016
Detalhes
 
Plataforma
Desenvolvedor
Gênero
Tempo de Jogo

1 a 5 minutos por partida

Série/Franquia

Chambara

Diretor/Produtor

Team OK

Data de lançamento

26 de julho de 2016

Positivos

Partidas rápidas
Jogabilidade fluida
Sem bugs

Negativos

Ausência de campanha

Avaliação do Editor
 
Jogabilidade
9.2

 
Gráfico
8.8

 
Modo Single Player
0.0

 
Modo Multiplayer
9.0

Pontuação Total
9.0

Deslizar para avaliar
Avaliação do Usuário
 
Jogabilidade
7.5

 
Gráfico
7.9

 
Modo Single Player
10

 
Modo Multiplayer
10

Pontuação do Usuário
2 ratings
8.9

You have rated this

 

Chega ao mercado mais um jogo de “esconde-esconde”. Dessa vez puxando o clássico estilo cinematográfico japonês e trazendo uma mecânica simples com um visual impressionante. Liga seu PlayStation 4, pegue alguns controles e chame uns amigos. Hoje falaremos de Chambara!

Lançado dia 26 de julho para PlayStation 4 e já confirmado, embora sem data divulgada, para Xbox One, Chambara é um jogo de mata-mata furtivo exclusivamente multiplayer desenvolvido pela Team OK.

Cidade Neon

Cidade Neon

Visual

Não espere gráficos realistas. Aqui, a intenção é usar sua percepção visual a seu favor, ou contra você. Os cenários possuem apenas 2 cores. Elas podem ser em preto e branco, vermelho e cor-de-rosa, azul escuro e azul claro, entre outras. Ao todo temos 9 arenas, cada uma com uma temática diferente.

A trilha sonora se resume a músicas eletrônicas, o que para a intenção do jogo, é boa. Te deixa em um ritmo frenético para encontrar e derrotar seus oponentes.

Jogabilidade

A jogabilidade de Chambara é bem simples. Basicamente podemos andar, pular, quicar na parede, fechar os olhos, nos virarmos 180° e atacar de forma simples ou em um avanço rápido (dash).

Chambara - InGame




Como a intenção do jogo é esconder o jogador no cenário para que o outro o ache e, como o multiplayer é exclusivamente local, todos os jogadores conseguem ver as telas dos outros, o que pode ser bom, mas pode ser bastante confuso, a opção de fechar os olhos faz com que o nosso oponente fique um pouco mais desesperado em sua busca, o que é bastante divertido.

Existem no cenário itens que se destacam em ambas as cores, por exemplo, a bola de futebol no canto inferior esquerdo da imagem da cidade de Neon. Caso algum jogador a toque, ela se move. Ou seja, mesmo que esteja em um cenário de sua cor, a bola se movendo poderá ser vista pelo outro jogador, que poderá supor que seu adversário está por ali. Além disso, existem itens em outras colorações com o mesmo intuito no cenário. Então a camuflagem deve ser bem pensada.

As arenas são bem pequenas, o que faz com que os jogadores se encontrem com bastante frequência. Em uma partida, cada jogador possui 5 corações. Caso leve 1 hit, um coração é perdido. Ganha o jogador que acertar o oponente 5 vezes. Em jogos de times (2×2), o time que marcar 10hits primeiro vence. As partidas podem durar de segundos a alguns minutos e possuem um ritmo bem intenso.

Só a título de curiosidade: O jogo possui 2 troféus secretos. Um deles diz para você ir até o topo da torre de rádio na arena Radio Tower e a outra diz para você encontrar o local secreto e avistar o pássaro dourado na arena Mine, que são 2 easter eggs legais do jogo.

Conclusão

Mais um jogo indie de grande qualidade e criatividade. Por apenas US$9.99 (sim, infelizmente só está disponível na região americana), a diversão para amigos e familiares é garantida (talvez algumas brigas também).

Minha nota para o jogo é 9.

Devido à forte intensidade das cores e ao grande contraste entre elas, recomendo jogar com as luzes do cômodo acesas, ou uma bela dor de cabeça acompanhará o final da partida.