Gilmore Girls

por em 27 de Março de 2018
 

Gilmore Girls é um daqueles seriados que não possuem uma grande história de quebrar a cabeça, mas que cativa com um roteiro que fala sobre o cotidiano. Os episódios duram de 40-50 minutos e que ganhou popularidade no ano de 2000, com sete temporadas e por ter tantos fãs, a Netflix lançou o revival Gilmore Girls: A year in the life em 2016, tudo escrito pela roteirista original, Amy Sherman-Palladino.

Comecei a assistir por uma simples indicação e já nos primeiros episódios o seriado me agradou. Ele é considerado uma série voltado para o público feminino, com temática feminista. A história conta sobre a narrativa da vida de Lorelai Gilmore (Lauren Graham), uma mãe solo e sua filha Rory Gilmore (Alex Bledel) em uma cidadezinha chamada Star Hollow.




Desde o começo já gostamos bastante da Lorelai, onde sua história é bastante familiar, uma moça que engravidou aos 16 anos e decidiu batalhar sozinha pela sua liberdade, sendo uma verdadeira valquíria da atualidade. Lorelai sempre está espalhando seu bom humor, buscando solucionar os problema de forma positiva e sem medo de ser sempre verdadeira consigo mesma.

Outro ponto positivo são os personagens secundários, onde são bem trabalhados e possuem crescimentos, cada episódio focando em algum problema desses personagens. Nos aprendemos bastante com cada um deles, que podendo haver pouca participação, são importantes. 

Romances, problemas familiares e entre outros, nos fazendo chorar, rir e até mesmo passar vergonha alheia, é a narrativa do seriado. Se você estiver procurando algo leve e simples, para assistir para descansar, essa é a série.

Completamente disponível na plataforma Netflix.