Filmes
0comentários

Crítica: Escape Room – Filme (2019)

por em 7 de fevereiro de 2019
Detalhes
 
Ano de lançamento

2019

Título original

Escape Room

Duração

99 min

Positivos

Câmera com ângulos criativos em certos momentos;
Salas Criativas.

Negativos

Atuação mediana;
Enredo previsível;
Incapacidade de gerar empatia do espectador.

Avaliação do Editor
Pontuação Total

Deslizar para avaliar
Avaliação do Usuário
Pontuação do Usuário

You have rated this

Sinopse
 

No geral, não é um filme que me faria sair de casa na ansiedade de assisti-lo. Mas vale a tentativa caso já esteja na porta do cinema e não tenha mais opções.

 

Escape Room é um filme que se vende como um terror psicológico que aproveita a onda das salas de escape que entraram na moda bem recentemente, lembrando bastante os clássicos Jogos Mortais e de O Cubo.

Mas será que fez jus às suas inspirações e vale a ida ao cinema? Bem, vamos por partes.

Sobre o filme

O enredo do filme é pra lá de previsível. Pode-se supor boa parte da estrutura da história em poucos minutos de tela, já que o filme opta por apresentar apenas alguns dos personagens que vão para a sala, deixando os outros para serem apresentados na sala.

Sobre os quebra-cabeças, aqui temos alguma engenhosidade dos realizadores do projeto. As salas são bem criativas e bem variadas entre si, indo do calor intenso para um frio congelante em poucos minutos.

Algumas dessas salas aproveitam seu design para apresentarem perspectivas diferenciadas com a câmera, como é o caso da sala invertida, onde em determinados momentos a câmera se posiciona a deixar os personagens em pé.

Para em seguida, posicionar a sala em pé, fazendo com que os personagens ajam como o Homem-Aranha de forma bastante curiosa, sem dúvidas, minha parte favorita, visualmente falando.

Contudo, o filme acaba apresentando as salas de forma apressada, não dando a quem está assistindo a oportunidade de participar do jogo e tentar desvendar os mistérios e quebra-cabeças.

Quando uma pista é apresentada, logo é utilizada, perdendo uma boa oportunidade de fazer o público imergir no filme.

Quer saber mais sobre jogos de escape?

Sobre o elenco

Apesar de termos atores relativamente conhecidos no elenco, a atuação deixou bastante a desejar. Isso, juntamente ao enredo fraco, entrega personagens que não atraem a empatia do público.

É quase como aqueles jogos de tabuleiro onde os personagens tem um pano de fundo só pra justificar suas presenças ali.

Escape Room

Considerações Finais

Apesar dos apesares, Escape Room não é um filme ruim. Se você tentar entrar na história e sentir-se na situação deles, provavelmente vai se divertir com o longa.

E apesar da sensação de o filme ser um sucessor espiritual de Jogos Mortais, não há violência gráfica, então caso seu impeditivo seja sangue, pode ir tranquilo.

Com exceção de uma ou duas cenas, o filme é bem suave graficamente, deixando o terror para a parte de tensão psicológica.

No geral, não é um filme que me faria sair de casa na ansiedade de assisti-lo. Mas vale a tentativa caso já esteja na porta do cinema e não tenha mais opções.