Análise: WD My Passport X

por em 20 de março de 2016
 

A oitava geração chegou com o intuito de superar todos os limites. Inclusive os de armazenamento. Basta adquirir o Halo 5 que uma lágrima escorre pelo rosto ao ver os 70,5GB ocupados pelo título. Nesse ritmo, percebi que meu HD de 500GB encheu com apenas 8 jogos. Isso mesmo, 8 jogos. Na geração anterior, os 320GB da versão TOP do Xbox 360 eram mais que suficientes para muito, mas muito tempo jogando. Na atual, 500GB chegam a ser risíveis. E com isso em mente, a Western Digital veio com uma proposta interessante: O My Passport X.

A Western Digital é uma empresa já com mais de 3 décadas de experiência na fabricação de discos rígidos. Eles já trabalham com HDs de alta capacidade e alta performance para servidores e usuários comuns e agora, com o My Passport X, para gamers também.

O My Passport X

My Passport em sua embalagem

My Passport em sua embalagem

O My Passport X é um HD externo que se conecta via USB 3.0 ao seu Xbox One, Xbox 360 ou ao PC para ser um depósito de jogos. O HD possui versões de 2 e de 3 TeraBytes, capacidade suficiente para algumas dezenas de jogos.

Pela estimativa da Western, uma média de 36GB por jogo de Xbox One e 7GB por jogo de Xbox 360, o My Passport X de 2TB (O que recebi para testes) é capaz de armazenar 50 jogos de Xbox One ou 250 jogos de Xbox 360, números bastante animadores. Mas atentem-se, pois cada sistema é diferente, logo, para mudar o sistema a ser utilizado, deve haver uma formatação do HD, que é feita pelo próprio console de forma simples e prática.

Meu receio com o HD era de dificultar a jogabilidade por conta do USB. Mas, não. O USB 3.0 dá conta do recado perfeitamente. Temos ao todo uma velocidade de 5 Gbit/s via USB 3.0, que é superior ao SATA II, de 3 Gbit/S e próximo ao mais recente, SATA III com seus 6 Gbit/s.




Ok, temos os números. Mas o que isso representa na prática?

Em meus testes instalei um jogo que já tinha jogado, o Sunset Overdrive, e não pude sentir nenhuma quebra de desempenho em relação aos loadings ou ao rápido deslocamento pelo mapa. Tudo tão fluido quanto no próprio HD do Xbox. E não para por aí. Me mantive jogando enquanto instalava outro jogo no HD e mesmo assim o HD não demonstrou sinais de lentidão. O jogo foi instalado perfeitamente enquanto eu jogava Sunset Overdrive tranquilamente sem nenhum tipo de engasgo.

Pra completar, o Xbox One continua usando o HD quando está desligado (ou em Stand-by, como preferir). Então caso precise instalar um jogo bem pesado, basta iniciar a instalação e desligar o console para fazer outra coisa enquanto o jogo é instalado, assim como já fazemos no HD interno do console.

Outra vantagem do HD é que ele não se limita ao console. Como assim? Na minha época nós não jogávamos pela internet, íamos uns para as casas dos outros e jogávamos juntos. Levávamos os discos com os jogos e as vezes até o vídeo game. Bom, caso ainda mantenha esse hábito, basta levar o HD para a casa do seu amigo que tem Xbox One e jogar, sem precisar esperar instalação ou download do jogo, necessitando apenas o login na sua conta para validar os jogos (em caso de mídias digitais. Mídias físicas exigem a inserção do disco para validação).

O companheiro perfeito para seu Xbox one

O companheiro perfeito para seu Xbox one

Mas e aí, vale a pena?

Isso vai depender do seu console e de como você o utiliza. Caso goste de jogar vários títulos e mantê-los no seu HD, sim, vale muito a pena, pois é como se o HD interno do Xbox One crescesse em 2TB, o que é bastante coisa. Fora, é claro, o fato de você ter uma biblioteca de jogos aonde for, basta levar o HD e ligar em um Xbox One.

Infelizmente o produto ainda é bastante novo e, portanto, ainda difícil de encontrar no mercado sem ser via importação. Mas as expectativas é que cheguem em breve em grandes varejos com um preço variando entre R$660,00 e R$810,00. Caso queira ir pela importação, nos EUA o preço é de US$ 99,00 para a versão de 2TB e US$ 129,00 para a versão de 3TB.

Para mais informações, acesse a página da Western Digital clicando aqui.